PRODUÇÃO CIENTÍFICA EM DENGUE: UM OLHAR A PARTIR DA COLEÇÃO BRASIL DA SCIELO

Publicado originalmente em http://inseer.ibict.br/ancib/index.php/tpbci/article/view/172

  • Maria Cristina Soares Guimarães Fiocruz-RJ
  • Rosane Abdala Lins Fiocruz-RJ
  • Cí­cera Henrique da Silva Fiocruz-RJ
  • Max Cirino de Mattos LATACI Research Institute
  • Beatriz Valadares Cendón UFMG
Palavras-chave: Cientometria, Produção científica, Pesquisa em doenças negligenciadas, Dengue, SciELO

Resumo

Classificada como Doença Negligenciada, a dengue, doença endêmica no Brasil, é considerada como um dos principais problemas de saúde pública no mundo. O número de infecções relacionadas à dengue aumentou nas últimas décadas devido ao aumento rápido e desordenado da urbanização, falta de saneamento e suprimento de água encanada, e a mobilidade de bens e pessoas em todo globo terrestre. Neste cenário, a importância do papel das políticas públicas é indiscutível, particularmente daquelas que orientam o investimento e o estimulo à pesquisa. Neste sentido, o conhecimento da produção científica em relação a este agravo é importante para se conhecer o perfil destas pesquisas. Este estudo trata de identificar e descrever a literatura que dá conta da pesquisa em dengue, colocada em acesso livre. A fonte de informação utilizada para buscar esta produção foi a Coleção Brasil da Scientific Electronic Library (SciELO). Os principais resultados apontam para um crescimento da produção científica a partir de 1997; uma prevalência do caráter biomédico da pesquisa realizada no país; um padrão de produção científica, em sua maioria, em co-autoria; incipiência da produção científica sobre dengue nos periódicos da área de Ciências Sociais Aplicadas e a emergência da temática Vetor como a mais importante para representar a produção na área.

Publicado
2014-12-31
Seção
Artigos

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 > >>