AGÊNCIAS DE CORREIOS EM CONTAINERS METÁLICOS: UMA PROPOSTA PARA MELHORIA DO EQUILÍBRIO FINANCEIRO A PARTIR DA INOVAÇÃO

  • Henrique César Rezende e Souza LATACI Research Institute
Palavras-chave: Correios do Brasil, Agência dos Correios, Redução de despesas, Container metálico, Inovação

Resumo

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, por determinação legal, está obrigada a garantir a Universalização dos Serviços Postais Básicos: estar presente em todos os distritos brasileiros com mais de 500 habitantes (BRASIL, 1978; BRASIL, 2011a). A baixa receita obtida em pequenos municípios ou distritos torna grande parte das agências desses locais deficitárias. Este trabalho apresenta os resultados de uma pesquisa realizada em um Mestrado Profissional em Administração, que buscou identificar alternativas para melhoria do equilíbrio financeiro de agências próprias dos Correios. A partir da adoção da metodologia de Design Science Research, foi desenvolvido o Projeto Agências de Correios em Containers Metálicos. Esses habitáculos, após climatizados e customizados para a finalidade (observadas todas as questões legais e ergonômicas), podem ser transportados em caminhões e desembarcados nos locais desejados, atendendo às demandas emergentes, bem como promovendo inclusão social e postal. Além desse formato inovador de agências ser capaz de viabilizar a presença fí­sica dos Correios em todos os locais previstos na legislação, o conceito de atendimento em apenas 30m² (área aproximada das agências em containers) traz consigo a ideia de se diminuir a área dos imóveis convencionais que abrigam as agências de Correios em pequenos municípios, melhorando o equilíbrio financeiro dessas unidades. Foram analisadas 419 agências próprias dos Correios, sendo a maioria situada em municí­pios mineiros com populações inferiores a 30.000 habitantes e deficitárias, ou seja, o faturamento mensal é insuficiente para o pagamento das despesas. A análise dos dados dessas agências demonstrou que 405 (96,7%) agências possuem uma área que varia de 50 a 200 m², 323 (77,1%) possuem entre 1 e 3 empregados, e 285 agências (68%) possuem gastos entre R$ 2.100,00 e R$ 5.400,00 por empregado. Alugando-se imóveis de 40m² com valor de R$ 12,99 o m² (mediana da amostra), obteve-se uma redução de 64% do atual gasto com locação das 419 agências da amostra. Os resultados apresentados permitiriam, a partir da adoção do conceito de atendimento em agências com área menor, a redução de aproximadamente 50% da despesa total das agências situadas em pequenos mercados (componentes da amostra) transferindo-as para imóveis de aproximadamente 40m² (cuja área útil interna assemelha-se à das agências em containers), bem como minimizando os valores de aluguéis pagos por m² e ajustando-se o número de empregados por agência. Espera-se, com a implementação desses conceitos, melhorar o equilíbrio entre receitas e despesas nessas agências, viabilizando o seu funcionamento e garantindo sustentabilidade aos Correios.

Publicado
2016-12-31
Seção
Teses e Dissertações